Lesão por Esforço Repetitivo (LER)




Tudo começa com uma dorzinha no pulso – ou, talvez, em outra articulação do corpo, como ombro, cotovelo ou joelho. Mas, progressivamente, o incômodo aumenta. E segue assim até limitar alguns movimentos, fase em que a doença passa a afetar o desempenho profissional e até a convivência com amigos e familiares. Esse é exatamente o final infeliz de uma história de diagnóstico tardio de LER, a Lesão por Esforço Repetitivo. E se você ainda não sabe muito sobre a doença, aproveite para se informar. (lei reportagem: http://www.programaviasaude.com.br/dicas/saude/saiba-identificar-as-lesoes-por-esforcos-repetitivos)

Posts Em Destaque
Posts Recentes